Clínica médica popular: vale a pena investir?

Uma opção para os profissionais da área da saúde que desejam investir e abrir seu próprio negócio é a abertura de uma clínica médica popular. Diante da recessão recente que acometeu a economia do país, várias pessoas perderam ou decidiram não pagar mais o plano de saúde, por falta de condição financeira.

Com isso, vários empresários e profissionais médicos decidiram achar uma solução eficaz e de baixo custo para a população. E é por isso, que cada vez mais eles estão investindo em clínicas médicas populares.

Continue lendo e saiba mais sobre o assunto, bem como descubra se vale a pena investir nessa área.

O que é uma clínica médica popular?

Uma clínica popular atende pessoas que não têm condições de pagar um plano de saúde particular, bem como aquelas que não conseguem acesso ao atendimento no sistema de saúde pública. Essas clínicas oferecem consultas com clínicos gerais e especialistas, a valores acessíveis, sem burocracia e com atendimento rápido. As consultas podem custar um valor que varia de R$ 60 a R$ 135.

É uma forma de prover saúde de qualidade para pessoas que não podem arcar com os valores integrais de consultas particulares e que tenham uma certa urgência em procedimentos e avaliações, de forma que não possam esperar atendimento pela rede pública.

No Brasil, as clínicas populares de saúde surgiram a partir de 1996. Como a novidade afetou o mercado de forma significativa, houve um tempo em que uma propaganda negativa foi utilizada para tentar denegrir a sua imagem.

Alguns planos de saúde proibiram os seus médicos de atenderem em clínicas populares, a fim de marginalizar esse tipo de serviço, tentando criar uma imagem de que as clínicas ofereciam serviços de baixa qualidade. Hoje as clínicas médicas populares têm uma notoriedade maior em nossa sociedade, de forma que não há mais esse tipo de comportamento por parte dos profissionais.

É um bom investimento?

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que o mercado de clínicas médicas populares está em constante crescimento. De junho de 2017 a junho de 2018 foram realizados 67 mil novos contratos de planos ambulatoriais no país, principalmente com a regulamentação legal das clínicas médicas populares.

Isso ocorre porque, em primeiro lugar, os serviços médicos, de acordo com a nossa Constituição, são um dever do Estado. Entretanto, diante da incapacidade de atender menos da metade da demanda, abre-se uma grande oportunidade no mercado.

Isso tem motivado empresas médicas a concretizarem seu projeto de sair das tradicionais parcerias com as OPS’s (Operadoras de Planos de Saúde) e lançarem esta alternativa mais rentável.

O público da clínica médica popular é formado, em grande parte, pelas parcelas de usuários insatisfeitos com as condições de atendimento do SUS e que conseguem arcar com consultas a preços mais acessíveis, geralmente pessoas da classe C. O quadro nacional de desemprego também contribui bastante para o interesse da população por esse tipo de serviço médico.

Há registros de um aumento de cerca de 30% no volume de atendimento como reflexo dos desempregados que estão perdendo o seu plano de saúde. Então, aplicar em uma clínica médica popular hoje é um ótimo investimento.

Dados da Agência Nacional de Saúde (ANS) apontam que entre 2014 e 2016, mais de dois milhões de pessoas deixaram seus planos de saúde para trás. E a tendência é que isso continue ocorrendo, principalmente pela dificuldade da população das classes mais baixas em arcar com os valores atuais dos planos.

Quais outras vantagens de investir nas clínicas populares?

Além de representar um mercado consumidor em constante crescimento, há uma série de outros motivos para investir em clínicas populares. Em primeiro lugar, é um modelo que tem sido propagado em todo o país, mostrando-se uma forte tendência, sendo bem aceito pela população, principalmente as pessoas das classes C e D, que, após terem fortalecido seu poder de consumo, passam a poder arcar com consultas com valores populares e estão insatisfeitos com o atendimento do SUS.

Deve-se lembrar que, somado com a classe E, esses grupos representam 80% da população, uma parcela bastante significativa para ser o seu público-alvo.

Além disso, esse modelo funciona como um bom meio termo: atende aos anseios daqueles que não podem arcar mensalmente com um plano de saúde, mas que podem pagar por consultas esporádicas, quando necessário.

Outra vantagem é que, diferentemente das grandes clínicas, o perfil de pagamento é diferenciado: em média, 80% das receitas são pagas diretamente pelo paciente, enquanto apenas 20% advém dos planos de saúde. Isso garante uma maior agilidade no repasse, bem como melhor faturamento, já que é sabido a dificuldade de uma boa remuneração por partes das prestadoras (normalmente pagam apenas 40% do valor da consulta).

Quais os desafios do setor?

Apesar de todas as vantagens que apontamos acima, é essencial também ter consciência dos desafios envolvidos neste processo, evitando que você tenha problemas que possam comprometer a abertura das atividades.

Alguns cuidados devem ser tomados, tais como:

  • manter a qualidade das consultas, já que, em muitos casos, o atendimento ocorre de forma mais rápida. Não se deve perder a prioridade em um atendimento humanizado;
  • focar em procedimentos mais simples, já que alguns mais complexos, para manter uma margem de lucro considerável, levaria a elevação dos valores, de forma que o cliente não poderia arcar;
  • manter uma margem de lucro saudável;
  • atrair bons médicos para a clínica;
  • realizar uma boa divulgação e;
  • estar atento à legislação que regulamenta as clínicas populares, como as resoluções do Conselho Federal de Medicina.

Como a ContSelf pode te ajudar nesse investimento?

Para você que tem interesse em investir em uma clínica médica popular, temos um produto que te ajudará com o seu negócio.

A solução ContSelf é uma maquininha de cartão que divide o pagamento e elimina a bitributação. Essa inovação traz economia de até 40%, e segurança tributária. A solução ideal para clínicas médicas, Marketplace, clínicas estéticas, e-commerces e SaaS.

É uma solução simples e prática. Temos o Split de pagamento, que, em uma única transação, pode dividir o pagamento entre diversas pessoas envolvidas no procedimento, físicas e jurídicas. Disponibilizamos o aplicativo ContSelf, para a consulta de notas fiscais e recibos, assinados digitalmente e armazenados na nuvem para sua segurança.

Quer saber mais sobre a nossa solução ContSelf? Veja o nosso blog clicando aqui. Ficou mais dúvidas sobre o assunto? Entre em contato e converse com um de nossos consultores.

Deixe uma resposta