Receita Federal Compara Declarações com Informações Bancárias

Quando for fazer sua declaração do imposto de renda, não se esqueça de informar os saldos de aplicações financeiras.

A Receita Federal, através do sistema de informação E-Financeira, vai comparar a sua variação patrimonial com os saldos dessas aplicações

 

Como isso vai funcionar?

 

Os bancos irão informar, a cada ano, os saldos das contas bancárias, aplicações e outras informações de pessoas físicas e jurídicas, caso exista algum valor não declarado, a Receita irá analisar se esse valor não informado somado a variação patrimonial (rendimentos tributáveis, isentos e não tributáveis) for maior que a sua renda declarada, provavelmente você cairá na malha fina.  

 

Quais informações bancárias vão ser analisadas?

 

Os bancos informarão ao sistema E-Financeira:

  • Saldo no último dia útil do ano de qualquer conta de depósito, inclusive de poupança, considerando quaisquer movimentações, tais como pagamentos efetuados em moeda corrente ou em cheques, emissão de ordens de crédito ou documentos assemelhados ou resgates à vista e a prazo, discriminando o total do rendimento mensal bruto pago ou creditado à conta, acumulados anualmente, mês a mês;
  • Saldo no último dia útil do ano de cada aplicação financeira, bem como os correspondentes somatórios mensais a crédito e a débito, considerando quaisquer movimentos, tais como os relativos a investimentos, resgates, alienações, cessões ou liquidações das referidas aplicações havidas, mês a mês, no decorrer do ano. 
  • Também às aquisições de moeda estrangeira, transferências de moeda e de outros valores para o exterior, além de benefício de previdência complementar e pagamentos correspondentes deverão ser informados pelos bancos.

Dessa forma de Receita Federal conseguirá cruzar maiores informações sobre os contribuintes, ou seja, o sistema E-financeira proporciona a RFB um poder fiscalização ainda maior o que dificulta cada vez mais a sonegação de impostos.

A dica é se organizar e estar atento na hora de declarar os rendimentos financeiros assim evitamos o esquecimento de alguma informação relevante e acabar sendo notificado pela Receita Federal.